VidaNaGTA: O que me faz feliz morando em Hamilton?

Mesmo sem intenção, essa semana acabei soltando um baita spoiler no Instagram sobre o tema desse mês do Projeto #VidaNaGTA. Embora eu não tenha mencionado nada sobre o projeto em si, eu publiquei uma foto falando sobre a cidade de Hamilton, e um dos motivos pelo qual o gosto tanto de morar nela. Comentei sobre o slogan da minha camiseta aí da foto, que faz parte da coleção da True Hamiltonian, uma loja genuinamente canadense, e orgulhosa de ser daqui de Hamilton.

No post eu falo da alegria que é viver em uma cidade relativamente grande, mas com características de interior. Nessa foto, por exemplo, eu estou em uma fazenda localizada a 20 minutos daqui de Hamilton. Nessa fazenda, além da plantação de girassóis que vocês podem ver na foto, há um milharal, plantação de maçãs (que aliás vocês podem colhê-las no pé), abóboras, e muito mais. Tudo isso, a poucos quilômetros daqui de casa!

Outra coisa que não é novidade alguma para vocês é o contato próximo com a natureza que tenho por aqui: trilhas, cachoeiras, lagos, flores, tudo coisas que aprendi a gostar, e valorizar depois que me mudei para cá.

Abaixo citarei mais 5 coisas que me fazem feliz de morar por aqui:

1- Localização da cidade: Hamilton está muito próxima de Toronto e de Niágara Falls. Posso pegar o carro e passar o dia nessas, e em muitas outras cidades, sem a necessidade de dirigir por muito tempo. Tenho muitas opções de lazer por aqui, mas gosto demais de passar o dia em Toronto, andar até ficar esgotado, depois voltar para a minha roça e descansar no silêncio que faz por aqui;

2- Moro a 4 minutos do meu trabalho: é claro que depois que comprei o carro, sou dominado pela preguiça de ir andando para o trabalho. Algo que eu antes eu levava aproximadamente 20 de caminhada, agora tenho feito em 4 minutos de carro. Difícil competir com isso, não é? Em SP eu levava 1 hora e meia para ir, e depois o mesmo tempo para voltar do trabalho. Isso é algo que não sinto falta nenhuma, e que gosto demais aqui na minha cidade.

3- Cervejaria local: no Brasil as pessoas adoravam me oferecer cerveja nas festinhas da família, pois sabiam que eu nunca aceitaria. Bebia cerveja muito raramente. Aqui fui aprendendo a gostar. Continuo não bebendo muito, mas gosto de abrir uma latinha ao final do dia para acompanhar o meu jantar. Quando conheci a Collective Arts, resolvi passar por lá um dia para degustar algumas cervejas. Com minha inexperiência, nem soube pedir o que eu gostaria de beber. No meio da conversa, o atendente me perguntou se eu gostava de sour beer, ou seja, de uma cerveja azeda, e eu, que nunca tinha ouvido falar que essa coisa existia, disse que gostaria de experimentar. Ele me trouxe a Guava Gose, uma cerveja feita através da goiaba, e foi amor à primeira golada. Sempre que tenho a oportunidade eu passo lá para comprar algumas. Pertinho de casa também!!!

4- Ver a comunidade brasileira se respeitando: Embora eu tenha um blog e um perfil no Instagram relativamente conhecido pelos brasileiros que moram aqui na cidade, eu não conheço muitas pessoas daqui. Sou muito mais desinibido na frente das câmeras do que na minha vida real. Mas uma coisa que eu posso falar com toda certeza, é que sinto o maior orgulho de ver como o grupo de brasileiros em Hamilton do Facebook é organizado e civilizado. Costumo acompanhar grupos de outras cidades, principalmente Toronto, e fico sempre impressionado com a falta de empatia e educação que vejo por lá. Aqui em Hamilton isso não acontece. Claro que os administradores do grupo são muito ativos, e procuram sempre manter a ordem, mas raramente vejo situações constrangedoras como vejo diariamente no grupo de Brasileiros em Toronto. Ponto para Hamilton novamente!!!!

5- Tem açaí em Hamilton: claro que eu tinha que terminar essa lista falando de algo de comer. Quando descobri que tinha um lugar aqui na cidade que vende açaí na tigela, precisei conferir imediatamente. Aprovei! Claro que não dá para ser muito exigente e querer que tenha o mesmo gosto daquele que eu estava acostumado a comer no Brasil, mas acho que passar bem perto. Ele vem com frutas, granola, e, no meu caso, com pasta de amendoim. Uma delícia! O Heal fica localizado na montanha, e além de tudo é pet friendly. Recomendo uma visita por lá!

Acho que qualquer outra coisa que eu adicione a essa lista agora ficará repetitiva, portanto, prefiro encerrar por aqui. Esse post faz parte do Projeto #VidaNaGTA, que vocês já conhecem. Todo dia 15 de cada mês, eu e outros blogueiros de Toronto e região, compartilhamos o mesmo tema, e falamos sobre a nossa cidade, com a nossa visão de mundo e preferências pessoais. Clique nos links abaixo para visitar o blog de cada uma delas e ver a abordagem que elas tiveram para o tema de hoje.

Livi – Baianos no Polo Norte

Gabriela – Gaby no Canada

Paula – Brasileira em Toronto

Sandra – Vamo Kombiná

Um abraço a todos, e até a próxima!!!!

8 comentários

  1. Eu sabia que ia ter Cachoeira e Comida neste post! rsrs
    Adorei a reflexão e esta na minha lista de prioridades explorar mais Hamilton.
    Parabéns pelo post e pelas fotos!

    Curtir

  2. Se eu mudasse para fora de Toronto havia uma grande chance de ir para Hamilton. Também gosto da localização, da natureza, das cachoeiras… que post gostoso de ler Reinaldo!

    Curtir

  3. Se eu mudasse para fora de Toronto havia uma grande chance de ir para Hamilton. Também gosto da localização, da natureza, das cachoeiras… que post gostoso de ler Reinaldo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s