Projeto 6 on 6 Canada – Novembro 2020 – 6 dicas importantes para quem acaba de chegar em Hamilton

Não é surpresa para ninguém que chegar em um país novo pode ser bastante desafiador. A gente desembarca do avião cheio de medos, sem saber muito o que nos espera, se vamos nos adaptar, se conseguiremos estabelecer laços com o país, enfim, é uma fase cheia de incertezas, e isso é muito comum.

Me lembro de já ter publicado um texto por aqui falando sobre as coisas que precisamos fazer nos primeiros dias que estamos no Canadá. O texto era focado para quem vem como estudante, mas muitas das dicas podem ser aplicadas para qualquer um que chega para iniciar uma nova vida por aqui.

Hoje no Projeto 6 on 6 Canada, resolvemos falar sobre algumas dicas que podem ajudar quem é recém chegado no Canadá. Tentei sair um pouco daquilo o que é óbvio, já que algumas coisas já foram incluídas no planejamento de quem pretende vir. Procurei abordar aquelas coisas que talvez passem despercebidas, mas que na hora em que precisamos delas, saberemos onde encontrar. Vejam abaixo a minha lista:

1- Walk in Clinics

O primeiro item da minha lista, é algo que normalmente a gente não pesquisa até chegar por aqui, já que é uma coisa que não pretendemos utilizar tão cedo. Eu quero acreditar que a maioria das pessoas já saem do Brasil com um seguro saúde fechado para os primeiros dias no Canadá. Todo mundo sabe que qualquer pessoa que precisar de atendimento médico por aqui o receberá, no entanto, a conta deverá ser paga no final desse atendimento. Mas não é sobre o seguro que decidi falar por aqui.

Saber onde ficam as walk in clinics é algo bastante importante, pois caso você precise de atendimento médico não emergencial, é recomendado que você se dirija a uma dessas, ao invés de ir para o hospital. Essas clínicas exercem a função de um posto de atendimento. Não acho que elas sejam a maior maravilha do mundo, mas atendem às necessidades quando não temos um médico da família, e precisamos nos consultar para renovar uma prescrição médica, por exemplo. Quando a gente é recém chegado na cidade, não temos muita ideia de onde esses lugares estão, e isso pode ser bastante frustrante caso a gente precise ver um médico de última hora.

Para quem mora na região mais central da cidade, existem várias opções de walk in clinics. Na região da montanha, principalmente nos plazas comerciais, também é comum encontrá-las. Pesquise sempre onde fica a mais próxima de você.

2- Lojas de Conveniência

Pode parecer que não, mas essas lojinhas de bairro, muitas vezes feinhas como essa da foto, salvam a nossa vida por aqui. Sabe aquele dia que você resolve bater um bolo, e quando já está colocando a mão na massa percebe que ficou faltando um ingrediente que é insubstituível? Pois é. Quando você mora perto de um muquifinho desses aí, você sabe que a qualquer horário do dia, poderá encontrar aquele item que você precisava. Já perdi as contas de quantas vezes parei nessas lojinhas para comprar gelo antes de ir para um picnic, para pegar uma bebida para um almoço de domingo, para comprar pão de forma que eu esqueci de pegar no mercado.

As lojas de conveniência são muito comuns por aqui. Algumas delas oferecem serviço de impressão e envio de fax, coisas que podem ser muito úteis para quem ainda é novato no país. Então, quando vocês estiverem procurando um lugar para morar, se você achar algo perto de uma dessas lojinhas, pode ter certeza que um dia você estará em uma delas comprando aquele item “emergencial”.

3- Terminal de ônibus/trem

Saber onde ficam os terminais de ônibus e a estação de trem são coisas fundamentais. Acredito até que as pessoas que planejam bem a sua vinda para o Canadá já pesquisaram bem onde estão localizados esses lugares. Mas, a minha dica aqui é mais no sentido de que você vai precisar memorizar bem onde esses lugares estão situados, já que quando a gente é novo por aqui, as ruas parecem todas iguais.

Eu levei umas duas semanas, depois que já tinha até começado as minhas aulas, para entender que os ônibus subiam a montanha pela James Street South, mas que desciam pela John Street South. Eu me lembro que ficava olhando para aquelas ruas, e não conseguia entender muito bem a diferença entra elas. Claro que logo fiquei familiarizado com as linhas de ônibus, os pontos, mas saber bem onde ficava o terminal, me ajudou a me localizar sempre que eu tinha a impressão de que estava perdido.

Além disso, a escolha do meu apartamento também levou em consideração a localização da Go Station e do terminal de ônibus urbano da cidade. Eu sabia que não compraria carro tão cedo, portanto, saber que estaria próximo desses dois lugares, me deu uma sensação de segurança de que eu conseguiria me deslocar facilmente pela cidade.

4 – Onde comprar produtos brasileiros

Se você é uma daquelas pessoas que já desce do avião pensando em quando será a próxima vez que você vai poder comer uma farofinha gostosa, ou aquele pão de queijo esperto, essa dica é especialmente para você!

Atualmente é muito mais fácil encontrar produtos brasileiros aqui pela cidade de Hamilton. Há quase 6 anos, era bem raro, e eu precisava, na maioria das vezes, me deslocar para Toronto ou Mississauga.

O mercado Nations Fresh Foods, por exemplo, possui várias opções de produtos atualmente. Eles ficam no corredor número 5 do mercado, então, quando estiver procurando os produtos brasileiros, você não precisa nem ficar perdido dentro da loja. Vá direto ao corredor 5 e faça a festa.

Além disso, agora também consigo encontrar aqui na cidade alguém que faça pão de queijo e salgadinhos de festa, fritos ou congelados. Quem me segue pelo Instagram, já me viu falando sobre meus amigos do @braziliantaste.ca. Os salgadinhos são uma delícia, e eu não consigo mais ficar sem tê-los aqui em casa. Vontade dessas delícias eu não passo mais!!!

No post que fiz falando sobre feijoada aqui em Hamilton, também falei sobre algumas opções de mercados em que encontro alguns produtos. Clique aqui para conferir o texto.

5- A escola

Esse item não serve para 100% das pessoas que estão vendo esse post, mas é destinado a uma grande maioria com toda certeza. A escolha da escola onde você quer que seus filhos estudem é certamente uma das coisas mais importantes que você precisa decidir por aqui, já que a escola estará ligada ao bairro em que você vai morar. Assim, uma coisa dependerá exclusivamente da outra, e isso faz com que a sua pesquisa seja imprescindível.

Eu não me considero a pessoa mais apropriada para falar sobre esse assunto já que não tenho crianças, então não precisei me preocupar com isso em momento algum desde que cheguei em Hamilton. Para auxiliar na sua pesquisa, recomendo o grupo do Facebook Brasileiros em Hamilton, pois as pessoas de lá são bem solícitas quando alguém pergunta sobre boas opções de escolas. Caso resolva usar o grupo, faça uma pesquisa breve para saber se esse assunto já foi discutido por lá, e tenho certeza que vocês encontrarão um bom material.

6- Comidas para o seu pet

Daqui uns dias fará 5 meses que a minha menina Alice nos deixou, e não há um dia sequer que eu não me lembre dela. Mas uma coisa que eu me recordo como se fosse hoje, foi do dia que cheguei no Canadá, e uma das minhas primeiras ações foi sair para comprar a comida dela.

Naquela época eu fiquei hospedado 2 dias em Toronto antes de vir para Hamilton, então tive que procurar um pet shop por lá mesmo. Mas para as pessoas que já vêm direto aqui para a cidade, digo que existem, pelo menos, 3 opções de lojas por aqui.

A primeira delas, que inclusive foi a minha escolhida para a primeira refeição da Alice, e depois disso eu continuei indo nela, é a Global Pet Foods. Eu costumava ir em uma unidade que fica no mesmo plaza comercial que o Fortinos, um mercado que gosto de ir para comprar frutas e legumes, embora eu saiba que o preço é um pouco mais elevado. Existem outras unidades da Global na região da montanha, e também próximo da McMaster, já quase chegando em Dundas.

Outra opção de pet shop é a Pet Valu. Fui algumas vezes nela para comprar comida da Alice, mas eu sempre gostei muito mais da Global. No entanto, tem uma unidade da Pet Valu na montanha (1550 Upper James St, Unit 8) em que eles fazem banho e tosa. Como eu não tinha encontrado um dog groomer por aqui que tivesse me agradado, acabei me acostumando a levar a Alice lá. Não acho que eles faziam um trabalho tão bom quanto o pet shop em que eu levava ela lá no Brasil, mais faziam muito melhor do que se eu fosse tentar tosá-la aqui em casa. Acho que eles tem muitas opções de snacks e acessórios para pets. Vale a pena visitar!

A terceira opção de loja é a Pet Smart, no entanto, eu acho que ela não tem tantas unidades quanto as outras duas que citei anteriormente. Sei de uma que fica no Central Mall na Barton Street, uma que fica lá em Stoney Creek e outra que fica em Ancaster, próxima do Costco aqui da cidade. Assim como as demais, acho que vale a pena o passeio para conhecer, mas se você não tiver carro no início, sugiro que procure a Global ou a Pet Valu para comprar a comida do seu bichinho.

Essas lojas costumam fazer um cartão fidelidade, e quando você atinge um número de compras, acaba ganhando um pacote gratuito. Vale a pena conferir essas promoções que eles disponibilizam.

Como viram, incluí alguns itens nessa lista que normalmente a gente acaba deixando para pesquisar depois que já estamos aqui na cidade. Espero que isso tenha ajudado de alguma forma aí no seu planejamento. Caso não tinha pensando nesses itens ainda, vale a pena ler um pouco sobre eles antes de chegar por aqui.

Sugiro também que vocês visitem os demais blogs participantes desse projeto, pois sei que terão outras dicas importantes para quem está chegando. Nessa fase de planejamento, qualquer informação nova é valiosa para o seu sucesso por aqui.

Um abraço a todos e até a próxima!!!

Priscila – Victoria – Embarque com a Pri

Mariana – Calgary – Mariana Day Blog – De bem com a vida no Canadá

Elisa – Edmonton – Casei e Mudei

Gabriela – Toronto – Gaby no Canadá

Nanda – Ottawa – Sala da Nanda

8 comentários

  1. Apesar se eu incentivar os brasileiros a experimentar todos os tipos de comidas quando eles chegam aqui e não ficar só “caçando” comida brasileira (rsrs), é bom ter uma lojinha que venda produtos do Brasil. Eu gosto de comprar uma farofinha de vez em quando, ainda bem que o WalMart vende aquela da Yoki lá de São Bernardo…rsrs

    Gostei de todas as dicas. Eu me mudei recentemente e uma das coisas que olhamos fui as futuras escolas que ficam nos bairros que estavamos cogitando.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s