Projeto 6 on 6 Canada – Setembro 2020 – 6 Lugares de Hamilton para visitar antes do inverno chegar

O mês de Setembro entrou sem a gente nem perceber, e como hoje é dia 6, é hora de postar o texto do Projeto 6 on 6, juntamente com outros 5 blogs aqui do Canadá, como fazemos todos os meses nessa mesma data. Gosto muito de fazer parte deste projeto, e dividir esse espaço por aqui com as minhas parceiras dos outros blogs, que vocês conseguem ver os links no final deste post.

Para Setembro, escolhemos falar sobre lugares aqui na cidade que eu recomendo que as pessoas visitem antes do inverno chegar. Tenho que mencionar mais uma vez que Hamilton é extremamente rica em natureza, e portanto, os principais lugares aqui da cidade, merecer ser vistos em todas as estações do ano. Cada uma dessas estações traz um cenário diferente, características próprias, mas os lugares costumam ficar bonitos em todas elas. Para esse post, selecionei alguns desses lugares que merecem ser visitados agora (e depois também!!!).

Royal Botanical Gardens

Já falei sobre o Jardim Botânico que se divide entre a cidade de Hamilton e de Burlington, nesse post aqui. Naquela época, os jardins estavam fechados por conta da pandemia. Agora já estão funcionando, ainda que com capacidade reduzida, e merecem ser visitados com toda certeza.

Espalhadas pelos 5 jardins que formam o parque, estão mais de 2300 espécies de plantas, sendo que, pelo menos 50 delas, estão em risco de extinção. Nessa época do ano, o parque está todo colorido e cheio de flores, por isso, eu recomendo que ele seja visitado antes do inverno chegar. Tenho certeza de que a experiência nos meses mais frios deva ser interessante também, cheia de desafios, eu diria, mas acredito que a beleza será diferente, então para quem gosta de cores, sugiro que visite o parque nas próximas semanas.

Spencer Gorge Conservation Area

Esse é um outro passeio que eu já sugeri por aqui no Outono passado, porque ele é simplesmente imperdível nessa época do ano.

Nesse passeio é possível ver 3 dos pontos principais aqui da cidade de Hamilton: Dundas Peak, Webster Falls e Tew´s Falls. Durante o outono, as cores ficam sensacionais, o que torna o passeio ainda mais cheio de charme.

A notícia triste, no entanto, é que essa Conservation Area está fechada desde o início da pandemia, em Março de 2020. A previsão é que os parques reabram agora em Setembro, o que possibilitaria a visita para essa época do ano em que as folhas estão mudando de cor. Com o crescimento dos números aqui na província de Ontário, e uma suposta nova onda de COVID 19 se aproximando, tenho receio de que esse passeio não acontecerá em 2020. Sugiro que vocês fiquem ligados, e caso a atração reabra, programem-se para chegar cedo por lá, assim não pegarão as “muvucas”, e conseguirão aproveitar o passeio com tranquilidade e segurança.

Bruce Trail

Ao invés de nominar uma trilha específica, achei melhor indicar a Bruce Trail em geral, e aí qualquer uma das ramificações dela merece ser visitadas, se possível, antes da primeira nevasca, pois o gelo dificulta a caminhada pelas trilhas, já que elas não tem manutenção durante o inverno.

A Bruce Trail é a maior e mais antiga trilha aqui do Canadá. A trilha principal possui 900 quilômetros de extensão, e vai de Niagara Falls até Tobermory na Bruce Península. Além dessa trilha principal, existem aproximadamente 400 quilômetros de caminhos alternativos, o que significa que tem mato pra caramba para ser explorado por aqui.

Eu gosto de ver as folhas verdinhas como essas da foto, e também quando elas ficam coloridas com a chegada do Outono. Me arrisco nos dias de neve para ver as árvores branquinhas, mas sinceramente não é algo que indico para todo mundo, e portanto, esse é o motivo dessa trilha ser citada aqui no post de hoje.

Os cisnes do Bayfront Park

Embora eu nunca tenha feito um post aqui específico falando sobre o Bayfront Park, já mencionei no Instagram que ele é o meu parque favorito aqui da cidade. Já até o citei quando falei sobre as flores da primavera, neste post aqui.

O parque fica na parte Norte da cidade de Hamilton, a poucos minutos do centro da cidade. É uma das atrações que podem ser visitadas sem a necessidade de um carro, portanto, nos meus dois primeiros anos aqui no Canadá, o Bayfront foi o lugar que mais visitei.

A foto acima foi feita no mês de Dezembro que, tecnicamente, já é inverno por aqui. Quando as temperaturas finalmente ficam negativas, essa parte do lago fica completamente congelada, e aí o “ex-patinho feio” perde o espaço para nadar e ficar exibindo toda a sua exuberância.

Durante os meses que antecedem o verão (Março e Maio), é muito comum vermos os cisnes chocando seus ovos lá pelo Bayfront. Sinceramente eu acho eles uma atração à parte, e por isso recomendo que vocês visitem o parque antes do frio chegar para poderem admirar essas lindas aves.

Fifty Point Conservation Area

Em 2020 eu aproveitei bastante para visitar os parques da cidade, inclusive acabei fazendo o passe anual da Hamilton Conservation Authority, como já expliquei nesse post aqui.

Entre os parques que fazem parte da HCA, está o Fifty Point, que é um lugar muito utilizado por quem tem barcos aqui na região. Não é o meu caso, mas eu gostei bastante de passear por lá, curtir o pôr do sol, molhar os pés nas águas do Lake Ontario, e se possível, fazer um churrasquinho em umas das diversas mesas de picnic espalhadas pelo parque. Esse ano houve a proibição das churrasqueiras a carvão naquela região, mas felizmente eu consegui fazer 2 churrascos por lá antes disso acontecer.

O Fifty Point é um dos lugares que eu não consigo me ver frequentando durante o inverno. Por ser uma área muito aberta, acho que seria impossível (pelo menos para mim) caminhar por lá sem sentir um frio da porra. Não sei como ele ficará durante o outono, mas já que tenho o membership, visitarei o lugar daqui um mês, e se valer a pena, volto aqui para contar a novidade (mentira, não voltarei não, mas vocês podem me ver mostrando lá pelo Instagram).

Smokey Hollow

Visitei essa cachoeira na semana passada, e tentei de tudo para tirar uma foto dela de frente. Ela não é difícil de ser escalada através da trilha, mas confesso que fui meio escorregando, e consegui chegar num ponto que me possibilitaria tirar uma foto num ângulo muito melhor. Mas, chegando lá embaixo, depois de quase cair algumas vezes, um grupo de pessoas não saia da minha frente. Parecia que eles tinham alugado a cachoeira somente para eles, e para não me estressar, acabei seguindo o meu caminho, e fui andar pela trilha.

Eu já tentei andar por essa trilha durante o inverno, e obviamente não consegui prosseguir. Depois de vê-la na semana passada, eu entendi que eu jamais conseguiria andar por lá com o chão cheio de neve. A trilha é composta por muitas áreas de escadas, e os degraus são super irregulares. Andar por lá durante o inverno é extremamente perigoso, na minha opinião. A trilha é bonita, a cachoeira é linda (inclusive quando está congelada), mas não recomendo fazer a trilha depois que começar a nevar.

Encerro por aqui o meu post com os lugares que acho que vocês devem visitar nas próximas semanas. Convido-os agora a passar nos demais blogs participantes dos projetos, pois como cada um deles está em uma parte diferente do Canadá, são muitas dicas bacanas para vocês incluírem nos seus roteiros caso decidam conhecer alguma dessas cidades um dia.

Um grande abraço a todos, e até a próxima!!!

Priscila – Victoria – Embarque com a Pri

Mariana – Calgary – Mariana Day Blog – De bem com a vida no Canadá

Elisa – Edmonton – Casei e Mudei

Gabriela – Toronto – Gaby no Canadá

Nanda – Ottawa – Sala da Nanda

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s