Do you know what I mean?

Uma das casas que os seguidores do Instagram tanto gostam de admirar

Quem me acompanha pelo Instagram já deve ter visto que tenho compartilhado, semanalmente, vídeos em que apareço falando em inglês. Confesso que levei muito tempo pensando se deveria ou não publicar esse tipo de conteúdo, mas no final acabei decidindo que valeria a pena tentar por algumas semanas e analisar os resultados.

Há mais ou menos duas semanas, resolvi, em uma dessas sessões em inglês, falar sobre um tema que sempre recebo perguntas de seguidores interessados em vir morar em Hamilton: qual o melhor bairro para morar?

Fiz um vídeo explicando sobre alguns bairros, e mencionei que a escolha entre um bairro ou outro, dependia muito do perfil das pessoas que estavam vindo para cá, ou seja, uma família com filhos, provavelmente escolheria uma região diferente de um estudante universitário, ou um casal jovem sem filhos.

Fiquei surpreso que meu vídeo teve uma boa repercussão entre as pessoas que já moram aqui no Canadá. Por outro lado, a interação com as pessoas que estão no Brasil planejando a vinda para cá, foi praticamente nula. Fiquei preocupado!!!

Pensei em várias possibilidades, inclusive se o vídeo era desinteressante, afinal, todos sabemos que criadores de conteúdo na internet nem sempre acertam. Questionei também a qualidade do meu inglês, e se não obtive sucesso expressando a minha mensagem, mas logo já eliminei essa hipótese, pois recebi mensagens de pessoas que já vivem por aqui. Ufa, alguém conseguiu me entender! Meu inglês não é tão ruim assim!!!

A possibilidade que preocupou ainda mais, é que as pessoas que ainda estão no Brasil sonhando e planejando a vinda para o Canadá, não dominam o idioma, e portanto, têm dificuldade de compreender quando alguém está falando com elas.

Já falei muitas vezes da importância de conhecer o idioma do país para o qual você está se mudando. É muito frustrante estar em um lugar em que você não consegue se comunicar bem. Não saber o inglês te limita, atrasa suas chances de conseguir melhores oportunidades, te coloca em situações constrangedoras desnecessárias, e acima de tudo, pode fazer com que o seu tão sonhado projeto de construir uma vida no exterior vá por água abaixo.

Já vi pessoas chegando aqui sem falar inglês e conseguir ficar? Obviamente que sim. Recomendo? Absolutamente não. Na minha opinião, a adaptação em um novo país já é tão desafiadora, que se pudermos evitar adicionar mais essa dificuldade, o processo pode ser muito menos doloroso.

Quais são as minhas recomendações? Estude aí no Brasil o máximo que puder, seja em escolas de idiomas, com professores particulares, cursos online, por conta própria, o que for, mas turbine ao máximo o seu inglês. Se preferir, faça um intercâmbio no exterior. Feche um curso em que estudará inglês por um tempo, e isso poderá te ajudar não apenas a melhorar o idioma, mas também vivenciar a experiência de morar fora temporariamente. Esse tipo de experiência costuma abrir muitos horizontes. Foi assim que aconteceu comigo. Tem interesse em fazer esse tipo de intercâmbio mas não sabe por onde começar? Entre em contato comigo, posso te indicar uma direção.

Pretendo continuar compartilhando esse conteúdo em inglês pelas próximas semanas. Gostaria muito que vocês participassem comigo. Quando virem os meus vídeos, conversem comigo por lá, é uma boa maneira de treinarem. Se não me entenderem, tiverem dúvidas sobre algo que falei, me pergunte. Crio esses conteúdos com o objetivo de ajudá-los. Quero vê-los tendo sucesso no Canadá, e por isso disponibilizo o meu tempo para isso. E aí, posso contar com vocês?

Um comentário

  1. Sem dúvida!
    Acho que não é impossível ir para aí sem falar inglês, mas claro que facilita se soubermos qualquer coisa.
    Há 15 anos, no final do meu curso profissional, tive a oportunidade de ir para Toronto estagiar, mas como o meu inglês (naquela altura) era mau, desisti desta opção. Hoje, tudo é mais fácil, realmente já seria capaz.
    E em relação aos vídeos, percebo também, porque falar/escrever Português ou Inglês ou ambos é sempre um “pau de dois bicos” (que é como quem diz, uma escolha difícil e com resultados diferentes).
    Optei recentemente (e depois de uma masterclass de marketing digital) por escrever única e exclusivamente em português (no blogue e no instagram).
    Abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s