Provando cervejas artesanais

img_9655

O post de hoje é mais direcionado àquelas pessoas que apreciam uma boa cervejinha, principalmente aqueles que gostam de cervejas artesanais.

Já falei aqui no blog sobre o LCBO e como eu me sentia, há quase 4 anos, na hora de comprar bebidas alcoólicas aqui no Canadá. De lá para cá, muita coisa mudou. A primeira, é que agora já existem mercados que vendem cervejas. A segunda, é que eu não costumava beber e agora já gosto de tomar uma gelada também.

Quando visito o LCBO, que ainda é o local com a maior variedade de cervejas, gosto de ficar olhando as opções das cervejarias locais. Sabe aquela história de comprar um livro pela capa? Pois é, fico admirando as latas, e confesso que tenho vontade de experimentar a bebida com o melhor visual. Por causa disso, já acabei errando demais e, em algumas ocasiões, tive que despejar a lata na pia porque achei a cerveja extremamente ruim para o meu gosto.

Começo dizendo que não sou entendedor de cervejas. Muito pelo contrário, eu vou pelo gosto, por recomendação de amigos, ou pela descrição que a própria loja faz a respeito de cada um dos produtos. Mas, posso dizer que sempre dou preferências às opções mais light, que geralmente são as que mais se adequam ao meu paladar. Gosto também das de trigo, pois elas não são tão amargas. Hoje, por exemplo, comprei uma de trigo e já tomei assim que cheguei em casa. Coloquei no congelador, mas não tive muita paciência para esperar ela ficar geladinha. Talvez ficasse melhor, mas vou ter que provar novamente em outra ocasião.

Então vamos às minhas aquisições de hoje:

img_9662

 

Gahan Blueberry Ale: Essa é uma cerveja artesanal feita com produtos naturais. Neste caso ela é uma combinação refrescante de trigo com blueberries orgânicas e cultivadas em Ontário. A lata de 473 ml custou CAD 2,95.

 

 

img_9665New Standard Original Lager: Essa eu ainda não experimentei, mas confesso que enquanto escrevo esse post, estou ficando com água na boca para prová-la. Essa cerveja tem um baixo teor alcoólico, portanto, é ideal para consumidores como eu, que não estão muito acostumados com as cervejas mais fortes. Foi lançada no final de 2018, e continua  sendo vendida nas prateleiras do LCBO, portanto, acredito que tenha sido bem aceita. Essa me custou CAD 2,75.

 

img_9664-1

Von Bugle: Essa é da família Lager, e é mais escura. Ela é descrita como suave e balanceada com um leve amargor e ao mesmo tempo um toque mais adocicado. Embora seja produzida no Canadá, utiliza métodos usados há séculos nas cervejarias da Europa. O valor desta cerveja foi CAD 2,80.

 

 

 

img_9663-3Riverside: Essa provavelmente é a que mais se encaixa na categoria que eu gosto. É mais leve, portanto, eu não precisarei me preocupar muito com o amargor dela. Com certeza esta cerveja foi uma das que me chamaram atenção por causa da lata. Me deu a sensação de verão, e depois de um inverno tão longo, tudo o que me lembra verão é bem vindo. Essa lata me custou CAD 3,00.

Como eu já havia antecipado, não resisti e abri  a New Standard. Sinceramente não estou muito impressionado com ela não. Acho que o lance dela ter apenas 3,2% de álcool deixou ela muito aguadinha. Talvez se eu estive beliscando umas asinhas de frango ou comendo algum outro petisco, não me importaria tanto, mas assim, sem nada para acompanhar, acho que não rolou. Fica a dica para vocês que estão no Canadá ou ainda estão para chegar.

Mas e vocês, gostam de cervejas artesanais? Qual o seu tipo preferido? Já provou alguma dessas que eu comprei hoje? Melhor ainda, tem alguma que vocês me recomendam? Escrevam aqui nos comentários, pois vou gostar de saber a opinião de vocês.

Um abraço a todos e até a próxima!!!!

Cheers!

3 comentários

  1. Bacana! Cheguei neste post por conta do 6on6 de hoje (6dez19). Adoro experimentar cervejas (eu tinha um empório de cervejas especiais) e vinhos tb (fiz muitos cursos de vinho, inclusive sommelier). Estive aí em Hamilton em maio19 (visita exploratória) e perdi essa sua degustação, hein!?

    Enquanto estive aí (e em London), provei vários vinhos e cervejas locais. A maioria dos vinhos era bem mais ou menos, mas provei alguns excelentes (até visitei uma vinícola em Grand Bend). Já as cervejas, todas de muito bom nivel!

    Nossa idéia é ir morar em London ano que vem (cross your fingers), não sei se você curte vinhos também, mas a gente podia fazer uma degustação um dia…eu curto cervejas mais fortes e amargas. E a gente pode trocar impressões, etc. Ia ser legal…

    Enfim, curti o post…vou procurar o que mais vc tem sobre o assunto aqui. Já te sigo lá no Instagram (interagi na época que vc estava fazendo uns vídeos com as ruas do centro…dei uma sugestão sobre Locke).

    Abração

    Curtir

    • Valeu por visitar o Blog também, Vitor. Eu gosto de vinhos sim, apesar de não entender absolutamente nada sobre eles. A mesma coisa com as cervejas. Eu experimento e, muitas vezes, acabo me dando mal, pois nem sempre o gosto me agrada tanto.
      Espero que as coisas deem certo aí no seu planejamento, e quando vocês estiverem por aqui, topo sim provar uns vinhos e cervejas.

      Ah, a Locke Street está finalmente pronta. Farei um post sobre ela assim que tiver uma oportunidade.

      Abraços!!

      Curtir

Deixe uma resposta para Vitor Maurício Xavier Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s