Um dia na lavanderia

Sabe aquelas cenas de filmes ou séries em que os personagens vão até uma lavanderia externa para lavar as suas roupas? Pois é, me senti exatamente assim hoje. A lavanderia do meu prédio está em reforma, portanto, ficará fechada por mais de 15 dias. Evitei ao máximo ter que trazer minhas roupas aqui, mas já não dava mais para esperar.

O primeiro desafio foi carregar a sacola de roupas pela rua. A lavanderia é relativamente perto de casa, então imaginei que isso não seria um problema. Mas depois de alguns minutos de caminhada, aquela sacola desajeitada mais parecia um saco cheio de chumbo. Alternei as mãos o caminho todo, mas cheguei a uma conclusão ao final: preciso mesmo ir para a academia.

Chegando aqui, obviamente não sabia como fazer essas máquinas funcionarem. São daquelas comerciais, grandes e com a abertura frontal, bem diferentes das máquinas que normalmente temos em casa. Mas dei uma lida nas instruções e vi que não era tão difícil assim. Trouxe moedas e 1 e 2 dólares e algumas de 25 centavos. Quando fui colocar as moedas de 2 dólares, vi que somente aceitam as de 1 e 0,25. Sorte que tem uma máquina para fazer troco, então troquei as moedas de 2 por várias de 0,25.

O tempo de lavagem é de 30 minutos. Deixei a roupa girando lá e vim esperar aqui fora, afinal está um dia bonito e agradável para tomar um ar fresco. Mas depois de uns minutos aqui, já comecei a ficar entediado. Queria deixar a roupa aqui e sair para dar uma volta, mas e o medo de alguém mexer nas minhas roupas? Alguém pode pensar: fala sério, você está no Canadá. Engana-se quem pensa que essas coisas não acontecem por aqui. São mais comuns do que imaginamos.

Aproveitei para responder alguns e-mails do trabalho e depois percebi que do outro lado da rua tem uma mini biblioteca. Fui verificar se tinha algum livro para me distrair. Qualquer pessoa pode deixar um livro lá e pegar algum também. Peguei um e fiquei lendo para passar o tempo.

Depois que troquei as roupas da lavadora para a secadora tive que pagar mais 0,25 por cada 5 minutos de secagem. Coloquei por 50 minutos, o que foi suficiente para secar tudo. Agora só preciso torcer para minhas roupas não terem encolhido.

Na volta para casa aproveitei para admirar algumas árvores que estão finalmente toda floridas. Hoje foi a primeira vez que consegui sair de casa usando manga curta, sem sentir frio. O caminho da volta também foi desafiador com a sacola de roupas, e eu não via a hora de chegar em casa.

Meu objetivo de fazer este post foi para dizer como a gente se acostuma com aquilo o que é mais confortável. Tenho a lavanderia no meu prédio e sempre reclamo de ter que descer e subir 3 vezes para levar a roupa, trocar de máquina e depois buscá-las. Gostaria de ter as máquinas dentro de casa, assim não preciso mais sair de dentro do apartamento. Mas, depois do exercício de hoje, percebi que ter a lavanderia no prédio não é tão ruim assim. Tem pessoas que precisam fazer o que eu fiz hoje todas as semanas. Então a mensagem de hoje é, vamos valorizar aquilo o que temos!!!

Um abraço a todos e até a próxima!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s