Então foi Natal…

 De todas as datas comemorativas, o Natal é, sem dúvida, aquela em que mais desejamos ficar próximos das pessoas que amamos.

Depois que casamos, aprendemos a nos dividir entre as duas famílias nestas datas, mas naquele momento, apesar da distância física, sempre soubemos que apenas poucas horas nos separavam.

Neste ano, no entanto, a coisa foi diferente. Este foi o nosso primeiro Natal desde que saímos do Brasil em Dezembro de 2014. Ao mesmo tempo em que estávamos animados com a oportunidade de passarmos a festa aqui, sabíamos que sentiríamos a falta das pessoas lá do outro lado, que sempre nos fizeram tão bem.

Mas, assim como nós, existem muitos outros exemplos de pessoas que decidiram buscar os sonhos aqui nas terras geladas do Canadá. E já que elas também se distanciaram fisicamente de suas famílias no Brasil, resolvemos nos reunir para celebrarmos o dia juntos.

Durante a semana meus colegas de trabalho me perguntaram como seria a comemoração do Natal já que eles sabiam que minha única família por aqui é a Mari e a Alice. Quando disse que seríamos em 13 pessoas e que cada um levaria algo para fazermos a nossa ceia, notei que ficaram surpresos. Este tipo de “junta panela” tão tradicional no Brasil, aqui não me pareceu ser assim tão comum durante o Natal. Mas não tem problema nenhum. O importante é que deste jeito, cada um de nós se sentiria em casa.

DSC06421.JPG
E foi exatamente assim que aconteceu. A ceia com perú, farofa, arroz com uva passa (sim, não poderia faltar a uva passa), salpicão, maionese e até uma costelinha de porco foi suficiente para nos deixar ocupados por algumas horas. Também não deixamos de fazer o tradicional amigo secreto, mesmo que tenha sido com os presentes da tão conhecida Dollarama aqui do Canadá. Até a Alice participou do sorteio, afinal de contas ela também foi uma das anfitriãs da festa.DSC06433

O importante é que todos nós curtimos a data. A família fez falta? Com certeza, mas não deixamos em nenhum momento que esta falta acabasse com a nossa alegria. Cada uma dessas pessoas veio para esta terra com um objetivo, e foi muito gostoso dividir com eles este momento.

Por fim, este foi apenas o primeiro de muitos Natais que potencialmente passaremos por aqui. E quem sabe um dia, nossa família crie coragem e venha passar um Natal bem geladinho com a gente. Se isso acontecer, vou torcer para que tenha neve e eles possam vivenciar, pela primeira vez, o tão famoso White Christmas que apenas conhecem através dos filmes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s