Estudar no Canadá: como comprovar a proficiência no inglês?

Na última semana, meus colegas do blog Whisky com Gelo publicaram um artigo informando que abriram novas vagas para o IELTS em 2016 em algumas cidades brasileiras. É uma boa notícia para aqueles que estão se preparando para estudar no Canadá, mas que não estavam conseguindo vagas para agendamento do exame.

Em paralelo, tenho recebido algumas perguntas exatamente relação à comprovação do nível de inglês para ingresso em um college no Canadá.

É importante dizer que o Mohawk College, aqui em Hamilton, exige a comprovação de proficiência na lingua inglesa através do TOEFL ( mínimo de 88) ou IELTS (mínimo de 6). Para os estudantes que não atendem nenhuma destas duas opções, é possível prestar um exame elaborado pelo próprio college e, se aprovado, ser admitido para o programa escolhido.

Este teste de entrada aplicado pelo Mohawk College testará as suas habilidades de gramática e compreensão de texto (reading), entendimento do idioma (listening) e escrita (writing). Comparado aos demais exames oficiais, ele é consideravelmente mais simples e sem grandes estruturas técnicas.

English TestNa minha opinião, se você tiver a oportunidade de chegar no Canadá já com o resultado de seu exame oficial, melhor. Mudar de país para iniciar uma nova vida já é, por si só, uma grande pressão para quem encara o desafio. Chegar aqui com a preocupação de ainda ter que se submeter a um teste e com a incerteza de ser aprovado, pode ser um risco grande demais.

O Mohawk College, assim como outros aqui no Canadá, possui um programa de inglês preparatório para a vida acadêmica, no entanto, ele é relativamente caro. Quem não é aprovado no teste de inglês, é indicado para este programa, portanto, nem tudo está perdido caso você se veja nesta situação. Por outro lado, quem chega aqui para estudar, investe um valor relativamente importante no curso, e se tiver que destiná-lo para um programa de inglês preparatório, muito provavelmente, utilizará os recursos que tinha programado para outros fins.

A boa notícia, no entanto, é que no site oficial do Mohawk College, existe a informação que para os alunos que atingirem uma pontuação muito próxima da exigida, foi desenvolvido um programa que combina a preparação para o inglês, com outras disciplinas do programa escolhido. Para quem tem dúvidas de como isso funciona, sugiro que entre em contato diretamente com o college para conseguir maiores informações.

A minha dica, por fim, é que você que está se preparando para vir, pratique bastante as suas habilidades de escrita. Pesquise sobre a estrutura técnica de uma redação, argumentação, ligação das ideias, e uma boa conclusão. Posso te garantir que se você estiver seguro e preparado no dia do seu exame para a parte escrita, terá muita chance de ser aprovado facilmente para estudar no Canadá.

Desejo sorte a todos e nos falamos em breve!

4 comentários

  1. Antes de mais nada muito obrigado pela citação do nosso blog!!!
    E claro, meio redundante, afinal as postagens de vcs SEMPRE são muito boas, mas parabéns mais uma vez pelo texto… Como de costume, demonstraram a ótima capacidade de nos prender na leitura com assuntos muito bons relacionados ao “Great White North”… rs

    Sobre o tópico de hj, compartilho da mesma opinião quando disse que preferiu já chegar no Canadá com o resultado do teste atingido ao invés de deixar pra fazê-lo por aí… Mesmo sendo tentador o fato que costumamos ouvir de que existem estes testes mais “tranquilos” a serem feitos no Canadá, a pressão pela obrigatoriedade de se passar (e logo) acabaria por deixar o teste teoricamente “mais simples”, ainda mais difícil… ao menos pra mim… Odeio esse tipo de pressão!rs
    Mas pra aqueles mais tranquilos, menos ansiosos e confiantes, realmente é uma ótima dica! Meu irmão quando foi pra Toronto seguiu esse caminho… Se não me engano, o nome do que ele fez foi o “CAEL”, e me relatou ser beeeeemmmm melhor que o TOEFL!rs

    Obrigado por mais essa dica!

    Abraços casal!

    Curtir

    • Hey guys, sempre bom ter vocês por aqui. Eu sou uma prova viva de que é arriscado deixar para fazer a prova depois que já estiver aqui. A pressão era tanta na minha cabeça que acabei passando raspando. Obviamente hoje faria com muito mais tranquilidade, mas naquele momento realmente era questão de vida ou morte. Por isso eu digo sem dúvidas: façam a prova antes de sair do Brasil se tiverem a oportunidade e cheguem aqui com uma preocupação a menos. Abraços!!!

      Curtir

    • Oi, tudo bem?
      Sem querer parecer intrometida ou coisa do tipo, estou em busca de pessoas que realizaram o exame o Cael para saber como foi a experiência delas. Seria possível você me dizer mais sobre o exame?

      Muito obrigada.

      Curtir

      • Olá Andressa, ainda não conheci ninguém que tenha feito o CAEL por aqui. A estrutura dele é bem semelhante aos demais testes, mas não tenho ideia se o grau de dificuldade é maior ou igual aos outros.

        Curtir

Deixe uma resposta para reinaldoemariane Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s