As bibliotecas públicas no Canadá

Biblioteca Central de Hamilton
Biblioteca Central de Hamilton

Se existe uma coisa aqui no Canadá que merece ser apreciada, é a biblioteca pública. Certamente é um dos meus lugares preferidos e não há uma semana sequer que eu não passe por lá pelo menos uma vez. Falarei aqui especificamente sobre a biblioteca de Hamilton, pois é a que tive a oportunidade de conhecer, mas não tenho dúvidas de que as demais cidades espalhadas pelo país também possuem uma excelente estrutura.

Só aqui na cidade de Hamilton existem agências da biblioteca em pelo menos 23 diferentes localidades. Algumas delas possuem horários de atendimento diferenciados, mas a grande maioria fica aberta até 8 ou 9 da noite.

Em setembro, a biblioteca completará 125 anos de existência.  Foi oficialmente inaugurada em 1890 e desde então não parou de crescer.

Além de uma infinidade de livros, os associados podem desfrutar de um acervo de filmes (DVD/Blue Ray) e games, podendo emprestá-los por um período de 7 dias para os mais itens antigos, ou de 3 dias para os títulos mais novos e mais procurados.

O ambiente possui computadores para uso da comunidade e rede wi-fi para quem leva o seu próprio equipamento.

Lounge

Outra característica interessante é que a maioria das agências possui seu próprio cronograma de atividade, seja para crianças, adolescentes ou adultos. Essas atividades incluem ciclos de conversação em inglês e/ou francês, workshops de inclusão digital, clubes de leitura, aulas de reforço para crianças e adolescentes, ajuda com a lição de casa, clube de xadrez, palestras sobre temas de saúde e qualidade de vida, sessão gratuita de cinema, contação de estórias, festival de poesia, entre outras.

É costumeiro ver que a agência Central está sempre movimentada. As pessoas aproveitam toda a infraestrutura, seja para fazer uma pesquisa, utilizar a internet ou apenas para relaxar.

As crianças desenvolvem o hábito da leitura desde muito cedo. No período da tarde, quando acabam as aulas, o ambiente fica lotado de crianças. É uma forma dos pais, ou as babás, distraírem os pequenos de uma forma mais educativa do que a televisão.

Para fazer a carteirinha da biblioteca é necessário apenas dirigir-se até a agência mais próxima e fornecer um cartão de identificação e um endereço local. Simples assim. A carteirinha fica pronta na hora e você já cadastra uma senha para poder retirar o seu livro/filme e acessar o conteúdo virtual.

Por falar em conteúdo on line, quando você procura um item que não está disponível no momento, existe a opção de reservá-lo pela internet. Neste momento você escolhe em qual agência gostaria de retirar a sua reserva.  Dependendo do material, a lista de espera pode ser imensa, mas assim que chega a sua vez, recebe um email dizendo que o item já está disponível para ser retirado, e se você não retirá-lo dentro do prazo (acho que são 5 dias) eles liberarão para o próximo da lista.

Depois de tudo isso acho que fica bem claro o porquê de eu ter mencionado que a biblioteca daqui merece ser destacada e é um dos meus lugares preferidos aqui no Canadá, certo? Mas e vocês que estão lendo este post, costumam frequentar a biblioteca aí da sua cidade? Se ainda estiver no Brasil, quando foi a última vez que entrou em uma biblioteca pública? Compartilhe aqui conosco a sua experiência.

Até a próxima!!!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s